Fiat Zona de iniciantes
Fazer Login
Relatório de Pesquisa

Instituição CoinEx | Pagamento LEGO: visão geral dos projetos de fluxos de pagamento (II)

2022-04-19 02:32:05

Vamos continuar com a visão geral dos projetos de pagamento por streaming.

c. StreamFlow 

O Streamflow é um conjunto de produtos que permite que organizações e indivíduos distribuam fundos de forma simples e direta. Atualmente implantado em Solana, o projeto oferece suporte a tokens como USDT, prtSOL e vários outros tokens SPL. 

Para permitir que usuários de criptomoedas agilizem processos e economizem tempo e dinheiro, o Streamflow cria protocolos, SDKs e aplicativos para ajudar os usuários a resolver problemas na distribuição de fundos (por exemplo, aquisição de tokens, folha de pagamento, tesourarias com várias assinaturas).

Seu pacote de produtos inclui:

Aquisição de Token: um protocolo de aquisição de token programável, verificável e de código aberto que apresenta parâmetros configuráveis ​​comuns para desbloqueio/aquisição de token, incluindo horário de início/término (incluindo o horário bloqueado), taxa de TGE e taxa de liberação;

Fluxo de Pagamentos: pagamentos liberados progressivamente na forma de uma conta de garantia de bloqueio de tempo (veja o parágrafo abaixo para detalhes);

Pagamentos em lote: folha de pagamento para uma equipe ou distribuição de recompensas para nativos cripto, incluindo pagamentos fáceis de um para muitos;

Carteira multi-assinatura: cria tesourarias e cofres que exigem assinaturas M/N.

Ao criar um fluxo de pagamento no Streamflow, o remetente pode inserir/selecionar uma série de informações, incluindo:

tipo de token;

valor;

endereço do destinatário;

frequência (por segundo/hora/dia/semana/mês/ano);

título do contrato;

data de início e hora;

quem pode transferir o contrato (destinatário, remetente, ambos ou nenhum);

quem pode cancelar o contrato (destinatário, remetente, ambos ou nenhum);

e se deve ativar a retirada automática.

Fonte: site oficial do StreamFlow.

Além disso, o Streamflow é apoiado por uma forte linha de investidores, incluindo Jump Crypto, Solana Ventures, GVB, Amber, entre outros.

d. Zebec

O Zebec Protocol é um protocolo de pagamento em fluxo programável e uma ferramenta de gerenciamento de recursos multi-moeda implantado em Solana. Os fluxos de dinheiro automáticos possibilitados pelo Zebec permitem que empresas, funcionários e consumidores reimaginem completamente a maneira como são pagos, como investem e como compram produtos ou serviços. 

A primeira aplicação do Zebec, Zebec Pay, é uma solução de folha de pagamento eficiente e de baixo custo que permite que os funcionários sejam pagos por segundo e usem seu dinheiro imediatamente.

O aplicativo, que agora suporta tokens Solana que incluem SOL, ZBC, USDC e USDT, vai muito além de uma ferramenta de fluxo de pagamentos. O Zebec Pay Também oferece aos funcionários serviços financeiros cripto-nativos superiores, abrangendo:

Média automatizada de custo em dólar: o Zebec fornece a função de investimento em média de custo em dólar em tempo real, por segundo. Os usuários podem converter automaticamente uma porcentagem de seu salário em criptomoedas, permitindo que eles invistam com maior facilidade;

Investimentos e yield farming: os usuários têm controle total sobre como usam seu dinheiro por meio de contratos inteligentes fáceis de programar, o que permite o investimento automático em criptomoedas ou aplicativos DeFi para obter rendimentos;

Contas Crypto IRA e 401K: Os usuários podem alocar sem esforço uma parte de seu salário para contas 401K (um tipo de plano de aposentadoria patrocinado pelo empregador, como o INSS no Brasil) e Crypto IRA (uma conta de aposentadoria usada para investir e armazenar criptomoedas);

Free Fiat On-Ramp e Off-Ramp: Os usuários podem trocar suas criptomoedas por dólar ou outras moedas fiat, e transferir o dinheiro para suas contas bancárias comuns sem pagar nenhuma taxa.

Ao criar um fluxo de pagamento, o remetente deve primeiro depositar tokens no protocolo Zebec e inserir/selecionar informações que incluem: 

nome da transação;

observação;

endereço do destinatário;

tipo de token;

valor;

hora de início e hora de conclusão.

Se a taxa fixa do fluxo for selecionada, a quantidade e o tempo de conclusão não serão necessários. Em vez disso, o remetente deve selecionar apenas uma taxa de fluxo (por exemplo, um número de tokens a serem enviados por X semana(s)/mês(es)/dia(s)). Depois que um fluxo é criado, os usuários também podem suspender ou encerrá-lo. 


Fonte: site oficial do StreamFlow.

No momento, o Zebec é o único protocolo de pagamento por fluxo que emitiu tokens (ZBC), com uma oferta total de 10 bilhões. Em 16 de março, a Zebec levantou US$ 28 milhões, sendo US$ 21 milhões de investidores privados que incluem Circle, Coinbase, Solana Ventures, Lightspeed Venture Partners e Alameda Research, e os US$ 7 milhões restantes foram obtidos por meio de vendas públicas em parceria com a Republic.

Conclusão

Embora o negócio principal de todos os quatro projetos citados seja o fluxo de pagamentos, eles diferem em termos de design de produto. No que diz respeito ao número de redes suportadas, Sablier ocupa o primeiro lugar e é seguido por Superfluid. No entanto, deve-se notar que esses dois projetos suportam principalmente redes compatíveis com EVM, enquanto Streamflow e Zebec suportam Solana, que não é compatível com EVM.

Com relação ao tipo de fluxo, o Sablier permite opções com quantidade fixa, enquanto o Superfluid suporta fluxos com vazão fixa. Em adição, os dois exigem apenas informações simples ao criar um fluxo de pagamento. No Streamflow e Zebec, por outro lado, os usuários têm mais opções e são necessárias mais informações personalizadas ao criar um fluxo de pagamento.

Os quatro projetos têm suas vantagens únicas:

O Sablier fornece uma interface visual bem projetada, com dados claramente apresentados.

O Superfluid apresenta um modelo de desenvolvimento baseado na comunidade, que permite que os membros explorem mais cenários de aplicação. Além disso, sua estrutura permite que os desenvolvedores construam mais funções.

O Streamflow torna o protocolo mais visível e uma operação nele é convertida em texto ao criar um pagamento em fluxo.

Já o Zebec, tem como principal característica o fornecimento de soluções para como os funcionários das organizações de criptomoedas são pagos.

Além de fluxo de pagamentos, o Zebec também oferece fluxo de investimento / gerenciamento de salários, IRA de criptomoedas compatível e contas 401k, bem como fiat on-ramp (compra de cripto com moedas fiduciárias) e off-ramp (converter suas criptomoedas em moedas fiduciárias).

A tabela abaixo contém as informações básicas sobre os projetos:

4. Cenários de aplicativos de fluxo de pagamentos

Embora o pagamento em fluxo possa não se desenvolver sozinho, essa é uma ferramenta importante no processo da Web 3.0. Pode-se até argumentar que é uma infraestrutura indispensável.

O fluxo de pagamentos desempenha um papel vital na realização de micro-inovações em Airdrop, IDO e gestão de fundos, bem como na implementação de roteiros para projetos em categorias como DeFi, NFT, DAO e metaverso.

Os parágrafos a seguir apresentam vários cenários de aplicação de pagamentos por fluxo, mas queremos que, posteriormente, você imagine e explore mais casos de uso.

a. Folha de pagamento em tempo real

Funcionários de empresas, provedores de serviços ou colaboradores em DAOs podem ser pagos em tempo real por meio de um protocolo de fluxo de pagamento sem limites espaciais/temporais.

O fluxo de pagamentos reduz os custos trabalhistas e financeiros. Com ele, as pessoas não precisarão mais desperdiçar dinheiro em contabilidade, faturamento e carimbos de data/hora. Em vez disso, simplesmente pagarão taxas de gás ao criar/encerrar um fluxo de pagamento, o que também melhora o fluxo de dinheiro.

Aqui estão cenários mais específicos:

Multinacionais poderiam pagar seus funcionários em todo o mundo através de fluxos de taxa fixa em tempo real (fatores de compliance devem ser considerados).

Além disso, alunos de cursos de formação de curta duração podem pagar o curso por meio de fluxos com frequência diária, sem ter que pagar uma taxa única no início.

Já os proprietários de terras em um metaverso poderiam pagar seus tokens de designers de mundos virtuais, como MANA, por meio de fluxos com um valor fixo.

b. Desbloqueio de tokens e airdrops

Os investidores privados/públicos de um projeto geralmente podem investir em seus tokens a um preço mais baixo, e é por isso que as equipes dos projetos exigem que esses investidores passem por um período de bloqueio.

Por exemplo, ao distribuir tokens, a TGE definiu uma certa porcentagem que será bloqueada por seis meses a um ano. Quando o período de bloqueio terminar, os tokens serão liberados mensalmente ou diariamente durante um período que varia de 1 ano a 2 anos. Essa abordagem cria problemas de gerenciamento para a equipe do projeto e desgasta o vínculo de confiança entre o projeto e os investidores. Contudo, uma ferramenta de fluxo de pagamentos pode ser usada para resolver o problema.

Com fluxos de pagamentos, as equipes não precisarão criar contratos inteligentes separados. Em vez disso, só terão que configurar parâmetros simples, como a taxa de aquisição e o período de bloqueio em uma plataforma de fluxo de pagamento, para permitir a aquisição de token em tempo real (conforme apresentado nos parágrafos acima).

Ao mesmo tempo, os investidores não precisam se preocupar com o descumprimento do contrato por parte da equipe do projeto, pois eles não poderão interromper o contrato após a criação de um fluxo. Além disso, a equipe não teria acesso aos fundos bloqueados no acordo.

O mesmo também se aplica aos airdrops. No momento, a maioria deles são distribuições de montante fixo em que os tokens distribuídos aos usuários criam pressão de venda. No entanto, um protocolo de fluxo de pagamento permite que as equipes de projeto distribuam recompensas de airdrop em tempo real e em uma frequência fixa, o que mitiga essas pressões. 

c. Gestão de fundos

Por exemplo, o DCA automático e as funções de investimento da Zebec permitem que os usuários convertam uma porcentagem de seu salário em criptomoedas para fins de investimento, o que permite um plano de investimento automático que reduz as flutuações de curto prazo. 

Dito isso, quando se trata da implementação técnica específica, os protocolos de fluxo de pagamento e os protocolos DeFi devem formar um LEGO. Ao investir seus fundos, os usuários podem predeterminar o valor e a frequência do plano de investimento automático — ou seja, a compra automática e regular de um token.

Por exemplo, 1.000 USDT de ETH podem ser comprados todas as quartas-feiras, o que economiza tempo dos usuários para o gerenciamento de fundos.

Artigo Passado
Conheça as oportunidades de lucro da Taxa de Financiamento
Artigo Próximo
Instituição CoinEx | Pagamento LEGO: visão geral dos projetos de fluxos de pagamento (I)