Fiat Zona de iniciantes
Fazer Login
Academia de CoinEx

O que é a mineração de Bitcoin e como ela funciona?

2023-03-24 07:52:24

O que é a mineração de Bitcoin?

Minerar Bitcoin é simplesmente um processo onde os participantes da rede Bitcoin, conhecidos como mineradores, validam transações de Bitcoin para manter a segurança da rede na busca de uma recompensa por seus esforços - a taxa de transação e novos bitcoins. 

Isso mesmo, os Bitcoins são criados como resultado da mineração, e os mineradores recebem essa recompensa por manter a rede segura e validar blocos de transações. 

A mineração de Bitcoin, em termos mais técnicos, é o processo de validação de transações no livro-razão do Bitcoin, utilizando o poder de processamento de hardware e software para resolver um algoritmo complexo. 

Máquina de mineração

Como é o processo de mineração?

A mineração de Bitcoin tem sido prevalente desde a sua concepção, o que o torna incompleto sem os mineradores. Esses mineradores também são chamados de validadores da rede, qualquer pessoa pode ser um minerador de Bitcoin. Décadas atrás, quando o Bitcoin era novo, qualquer usuário podia se conectar à rede e usar computadores para validar transações e ganhar BTC como recompensa. 

O Bitcoin é uma rede de código aberto, portanto os validadores não são limitados e você também pode ser um minerador. Embora seja difícil minerar, pois você tem que competir com outros mineradores para verificar uma transação. Fazendas de mineração usam dispositivos de hardware especializados de alto desempenho para competir com outros mineradores e obter essas recompensas. 

Esses dispositivos de hardware especializados de alto desempenho realizam cálculos complexos necessários para verificar e registrar cada nova transação de Bitcoin para evitar gastos duplos e garantir a segurança da blockchain. Nesse cálculo, cada computador, conhecido como um node da rede Bitcoin, compete para adivinhar um número hexadecimal: o hash da transação. 

O computador que obtém o hash de transação mais rapidamente atualiza o livro-razão da blockchain do Bitcoin com a nova transação verificada e ganha Bitcoin recém-cunhado por essa tarefa. Isso acontece em média a cada dez minutos. 

Verificar transações da blockchain requer uma enorme quantidade de energia de computação e requer muitos dados devido a milhares de livros-razão de transações sendo salvos localmente no computador do minerador, o que não é rentável para mineradores individuais. 

A mineração hoje em dia é feita por fazendas de mineração, essas fazendas de mineração compram hardware de mineração altamente eficiente e caro e pagam pela eletricidade necessária para mantê-lo funcionando. 

Os mineradores têm que calcular para verificar se as moedas ganhas são maiores do que o custo de executar as fazendas de mineração. Quanto maior o número de mineradores, mais difícil é ter um processo lucrativo, em contrapartida, mais segura é a rede Bitcoin. A mineração de Bitcoin usa de um consenso de mineração conhecido como prova de trabalho.

fazenda de mineração de bitcoin

O que é a Prova de Trabalho?

Prova de Trabalho (Proof-of-Work - PoW) é um consenso de rede blockchain no qual computadores conhecidos como nodes validam transações de forma descentralizada para prevenir gastos duplos e ganhar recompensas.

A Prova de Trabalho tem sido extensivamente utilizada por redes blockchain como um protocolo de consenso que ajuda a prover segurança na rede. O consenso de Prova de Trabalho recompensa os mineradores que validam transações e garantem a segurança da rede com a criptomoeda nativa da blockchain. 

Este consenso difere de outros processos de consenso, como o Proof of Stake e o Delegated Proof of Stake. O consenso de Prova de Trabalho e outros consensos de blockchain buscam o mesmo objetivo: validar transações para prevenir gastos duplos, descentralização e segurança da rede de formas diferentes. 

Uma blockchain Proof-of-Work usa um protocolo de mineração para alcançar consenso, enquanto os mineradores de uma blockchains Proof of Stake, colocam suas criptomoedas para a validação. Existem muitos outros consensos que são usados em outras blockchains para manter segurança, descentralização e validar transações.

Por conta do consumo de energia, as redes blockchain PoW têm limitações em termos de velocidade e escala. Apesar de suas limitações de velocidade e escalabilidade, as blockchains PoW historicamente forneceram melhor segurança enquanto mantêm total descentralização. 

Devido à natureza distribuída das blockchains de prova de trabalho, é extremamente difícil para um atacante malicioso dominar a maioria do poder de processamento na rede e, portanto, assumir o controle da blockchain.

Existem muitas blockchains que usam o consenso de prova de trabalho além do Bitcoin, exemplos de blockchains famosas são Litecoin, Monero, Bitcoin Cash, Zcash, etc.

 Vantagens da mineração de Bitcoin

A mineração de Bitcoin é usada para evitar os gastos duplos.

  • O consenso da mineração de Bitcoin é o mecanismo de consenso mais seguro.
  • A mineração de Bitcoin é usada para proteger a blockchain e permitir transparência da blockchain.
  • Os mineradores de Bitcoin ganham recompensas em bitcoin por manter a rede segura.
  • Qualquer pessoa pode ser um minerador, a mineração de Bitcoin não é restrita a um número limitado de pessoas. 

Desvantagens da mineração de Bitcoin

  • A mineração de Bitcoin não é eficiente em termos de custo, pois requer hardware extremamente poderoso.
  • A mineração de Bitcoin não é amigável ecologicamente devido à grande quantidade de gases de carbono emitidos pelas fazendas de mineração de Bitcoin.
  • Na mineração de Bitcoin, o consumo de energia está fora de controle como resultado da alta participação na mineração.
  • A maioria das pools de mineração de Bitcoin é controlada por uma única entidade, o que torna a blockchain propenso à centralização.
  • O modelo de mineração de Bitcoin é propenso a ataques de 51%, se uma única entidade puder controlar 51% do poder de mineração, torna-se propenso a ataques.

Sobre a proibição em minerar Bitcoin

Um número crescente de países estão proibindo ou planejando proibir a mineração de Bitcoin, devido ao risco de ter energia insuficiente tanto para consumidores quanto para indústrias maiores. 

De acordo com finextra.com, as autoridades da China, onde 70% dos mineradores do mundo estão, proibiram a mineração. Enquanto a maioria da mineração de criptomoedas mudou para países com menores custos de energia. 

Resumo

A mineração de Bitcoin é necessária para manter a blockchain do Bitcoin em funcionamento, segura, descentralizada, transparente e menos propensa a ataques e hacks. 

No entanto, não é eficiente em termos de custo e também não é ecologicamente amigável. Muitos consensos foram criados para substituir a prova de trabalho, em que o Bitcoin opera. 

O consenso de prova de participação se tornou tão viral e aceito, mas é menos descentralizado em comparação com o consenso de prova de trabalho. Ethereum, que é a segunda maior criptomoeda em termos de capitalização de mercado, migrou para o consenso de prova de participação. 

Considerando as desvantagens da técnica de mineração de prova de trabalho, Ethereum decidiu migrar para um consenso de prova de participação, onde os validadores apostam seu Ether para segurar e validar transações na rede Ethereum.

Artigo Passado
Tudo o que você precisa saber sobre Faucets cripto
Artigo Próximo
O que é a Acumulação Wyckoff?