Fiat Zona de iniciantes
Fazer Login
Academia de CoinEx

O que são Finanças Centralizadas (CeFi)?

2023-03-09 06:44:36

Finanças Centralizadas (CeFi) tem sido nossa forma tradicional de realizar transações, o financiamento centralizado é simplesmente a dependência de autoridades centrais ou terceiros para processar nossas transações financeiras. 

No contexto das criptomoedas, as finanças centralizadas (CeFi) são exchanges que gerenciam transações e atividades de criptomoedas atuando como uma autoridade central e reguladora. Todas as ordens de negociação de criptomoedas são preenchidas automaticamente por meio do Livro de ordens em uma Exchange Centralizada (CEX) no CeFi. 

CeFi garante que haja liquidez em tokens ou moedas para uma negociação tranquila, qualquer criptomoeda sem muito volume de transações é retirada da CEX. As exchanges centralizadas tomam decisões sobre qual criptomoeda listar ou excluir da corretora e também as taxas de negociação. 

CeFi é conhecido por ser custodial, a CEX controla os ativos do usuário e isso é regulamentado. O governo estabeleceu regras e políticas estritas para as CEXs, no intuito de prevenir a lavagem de dinheiro e outros crimes financeiros.

No CeFi, as exchanges centralizadas têm o direito de congelar a conta de um usuário quando a conta é sinalizada como fraudulenta.

Centralized Finance(CeFi)

Características das Finanças Centralizadas (CeFi)

1. Interoperabilidade

Nas finanças descentralizadas, a negociação de criptomoedas funciona apenas com tokens da mesma blockchain. A negociação de tokens ERC20 só pode ser efetuada com tokens construídos no ERC20 (blockchain Ethereum), o mesmo se aplica para BEP20 (blockchain BNB), TRC20 (blockchain Tron) e todas as outras blockchains.

No CeFi, negociação, empréstimo, stake e todas as outras atividades financeiras cripto são feitas independentemente da blockchain do token. No CeFi, os tokens ERC20 podem ser negociados com tokens BEP20 ou com qualquer outro token listado em outra blockchain.

Nas exchanges CeFi, a conversão de moeda fiduciária tradicional para criptomoeda e vice-versa é simples e prática, demonstrando a interoperabilidade de criptomoedas no CeFi.

2. Exchanges Centralizadas (CEX)

Outra característica do CeFi são as exchanges centralizadas (CEX), marketplaces online para compra e venda de criptomoedas. Os usuários confiam nesses "intermediários" para realizar serviços de negociação.

A CEX executa uma variedade de funções e responsabilidades, incluindo serviços de empréstimos, negociação de futuros e staking em criptomoedas. A categoria é regulamentada e possui políticas de negociação estruturadas pelo governo; os ativos dos usuários fraudulentos são apreendidos e os lucros das negociações são tributados dependendo do governo do usuário.

Há vantagens e desvantagens nas CEXs, ao passo que possuem muitas funcionalidades que as exchanges descentralizadas (DEX) não possuem.

Exemplos de exchanges centralizadas:

  • CoinEx
  • Binance
  • Coinbase
  • Bitmart
  • Gate.io
  • Kraken
  • Kucoin
  • Huobi Global
  • Gemini

Características das exchanges centralizadas

  1. Taxas: as exchanges centralizadas têm taxas de negociação muito pequenas e insignificantes em comparação com as descentralizadas. As taxas são incluídas em ações como negociação e saques.
  2. Usabilidade: quando comparadas às exchanges descentralizadas, as exchanges centralizadas são muito mais fáceis de usar. Os usuários podem facilmente converter suas criptomoedas para FIAT e vice-versa.
  3. Velocidade: as exchanges centralizadas são normalmente mais rápidas que as descentralizadas, pois usam a tecnologia de negociação de carteira de ordens, na qual são definidos bots dispostos a comprar e vender o token que um trader deseja negociar.
  4. Segurança: existem poucos golpes em CEXs, por ser uma exchange residual (possui a chave privada do usuário e fornece uma segurança extremamente rígida). Nas DEXs, um usuário pode perder o acesso à sua chave privada ou frase inicial e não conseguir acessar sua carteira de criptomoedas.Um hacker também pode obter acesso ao local onde um usuário salva sua chave privada e roubar seus ativos. Os golpistas criam e convencem as pessoas a comprar criptomoedas fraudulentas e falsas, e as pessoas acabam tendo o "tapete puxado". A frase "puxando o tapete" se refere a casos em que um desenvolvedor atrai investidores para um novo projeto de e detém a maioria dos tokens. Após conseguir investidores suficientes, o desenvolvedor retira a liquidez do projeto, e os investidores ficam com ativos inúteis e sem valor.
  5. Custódia: a exchange centralizada tem a custódia da chave privada do usuário e o controle sobre os ativos. Um usuário deve concordar com esses termos e condições antes de a usar. A CEX tem o direito de congelar os ativos do usuário se for considerado fraudulento, já que a corretora sempre está atenta à lavagem de criptomoedas e, uma vez que a conta é sinalizada, ela é congelada até que o usuário forneça um comprovante de fundos e o motivo da transação. A CEX funciona como nosso banco tradicional nesse quesito.
  6. Regulamentos: as exchanges centralizadas são regulamentadas e licenciadas pelo governo para serem aceitas em determinado país. Existem vários países que não aceitam exchanges centralizadas porque seus termos de uso, políticas e serviços não obedecem à constituição local.

Limitações das finanças centralizadas (CeFi)

Em CeFi há uma autoridade central que rege os serviços de corretagem na CEX. Os sistemas CeFi são significativamente menos arriscados do que o DeFi e possuem seguro, bem como políticas rígidas e bem estabelecidas, e proteções regulatórias para garantir a privacidade e a integridade da conta do usuário.

No contexto dos serviços bancários e do ponto de vista dos sistemas centralizados, não há conhecimento técnico necessário para fazer login em sua conta bancária ou em aplicativos centralizados de transferência de dinheiro como Western Union, Skrill ou Neteller. 

O atendimento ao cliente é fornecido por plataformas centralizadas, enquanto as plataformas DeFi não. Independentemente disso, há muitas limitações nos sistemas financeiros ou bancários centralizados.

As taxas de transação são inevitavelmente mais altas em CeFi devido aos múltiplos intermediários financeiros disponíveis. Esta é uma das principais razões pelas quais milhões de pessoas em todo o mundo estão migrando para plataformas descentralizadas. A maioria dos provedores CeFi podem suspender temporariamente sua conta devido à violação de algumas políticas. 

A maioria das exchange, no entanto, como a Coinex, permite que você compartilhe seu USDT, BTC e outras criptomoedas a qualquer momento e negocie em blockchains com taxas muito baratas.

Resumo

Em resumo, o CeFi tem seus prós e contras. Houve casos em que a CEX foi hackeada e os ativos dos usuários foram roubados, mas isso é extremamente raro. 

Além disso, os usuários que usam uma carteira sem custódia podem perder suas chaves privadas e, assim, perder o acesso a seus criptoativos e NFTs. Os hackers também podem obter acesso aos ativos do usuário invadindo o local onde o mesmo salva sua chave privada. 

A maioria das funções CeFi pode ser realizada automaticamente por contratos inteligentes programados, que incluem negociação P2P, negociação, stake de moedas e ganho de outros tokens nessa rede (Yield Farming), etc.

A negociação em exchange CeFi é mais perfeita e as taxas mais baratas em comparação com DeFi. A interoperabilidade é um dos recursos mais importantes do CeFi, em exchanges centralizadas, um usuário pode realizar negociações entre redes, o que não é possível no DeFi.

Artigo Passado
GameFi: a próxima era dos jogos Blockchain
Artigo Próximo
O que é criptomoeda?