Fiat Zona de iniciantes
Fazer Login
Atualização de CoinEx

Significado da atualização Shapella em 3 principais aspectos

2023-04-12 08:19:40

A iminente atualização Shapella é um dos eventos mais esperados no setor cripto deste mês. Como o hard fork da camada de execução da Ethereum marca a primeira grande atualização desde o Merge em 2022 e, portanto, conquistou os holofotes da indústria de criptomoedas.

De acordo com Beaconcha.in, em 6 de abril de 2023, 18.012.968 ethers foram colocados em staking na Beacon Chain e houve 562.911 validadores ativos, com uma média de 34,01 ethers por validador.

Mudanças na Staking de ETH

(Fonte: Beaconcha.in)

Além disso, dados da exchange global de criptomoedas, CoinEx, mostram que, em 6 de abril, o preço do ETH era de cerca de US$ 1.866, mais de 50% acima dos US$ 1.200 no início do ano. O aumento indica que, à medida que a atualização Shapella se aproxima, o ETH está experimentando um crescimento contínuo de preços.

https://www.coinex.com/markets?sort=circulation_usd&page=1
https://www.coinex.com/info/ETH

(Estatísticas de mercado da CoinEx)

Além de seu impacto no preço do ETH, que outros fatores tornam a atualização Shapella significativa? Hoje, vamos nos concentrar em 3 principais aspectos.

I. Retirada de ETH em staking

Em setembro de 2022, a Ethereum anunciou sua transição para Proof of Stake (PoS). Antes disso, a Ethereum usava Proof of Work (PoW) e o mecanismo de mineração para processar e validar transações, mas depois que mudou para PoS, a rede não precisa mais depender de máquinas de mineração para resolver problemas computacionais.

Dito isso, para se tornar validador na Ethereum baseada em PoS, os usuários precisam colocar em staking 32 ETH. Como o Merge combinou a rede principal Ethereum com a Beacon Chain, os usuários atualmente não conseguem retirar com flexibilidade seu ETH em staking ou as recompensas do staking.

A próxima atualização, Shapella, resolverá o problema de retirada, já que permitirá o saque do ETH na Beacon Chain, bem como as recompensas. Essa também é a maior preocupação para os interessados em ETH.

II. Melhorando a escalabilidade da camada 2

À medida que o ecossistema Ethereum continua se expandindo, os custos de transação na rede também aumentam. Embora as soluções de camada 2 tenham otimizado um pouco a velocidade das transações e reduzido os custos, as taxas de gás ainda são muito caras para muitos usuários. A esse respeito, a atualização Shapella reduzirá as taxas de gás para transações na Ethereum.

Além disso, a Ethereum também iniciará a atualização Surge este ano, aumentando sua capacidade de computação por meio de sharding. Segundo o roadmap da Ethereum divulgado por Vitalik Buterin, os desenvolvedores planejam lançar o EIP-4844 em meados de 2023, o que melhorará significativamente a escalabilidade da rede. Ao mesmo tempo, a camada 2 também se tornará mais escalável.

III. Fortalecendo o Staking do ETH

A taxa de staking da Ethereum permanece baixa, em comparação com os números de muitas outras redes públicas. No entanto, as altas taxas de staking de outras redes dependem, em grande parte, de seu alto APY, podendo facilmente levar a um declínio no valor dos tokens em staking.

A Ethereum, por outro lado, tornou-se deflacionária desde o Merge. À medida que o ecossistema se expande, os incentivos econômicos do staking permanecerão sustentáveis e atraentes, o que atrairá mais players institucionais. Como resultado, espera-se que a atualização Shapella catalise um boom para o investimento em ETH.

À medida que a atualização Shapella se aproxima, os Derivativos Líquidos de Staking (LSDs) também chamam a atenção, especialmente porque a atualização permitirá que os investidores retirem seus ETH e recompensas do staking.

No momento, projetos notáveis de staking da Ethereum incluem Lido, Rocket Pool e FXS. Em particular, a Lido continua sendo a líder indiscutível em participação em ETH, com um TVL de US$ 11,16 bilhões e um APY de 4,3%, em 6 de abril.

Projetos notáveis de staking da Ethereum

(Fonte: DefiLlama)

É claro que a atualização Shapella será lembrada como um marco importante no desenvolvimento da Ethereum. Além disso, também significa outro grande passo para melhorar a escalabilidade da rede.

A Ethereum listou todos os EIPs incluídos na atualização, que são divididos em pequenas melhorias, formato de objeto EVM e retirada. No entanto, devido ao já extenso conteúdo da Shapella, muitos EIPs em consideração não foram incluídos, e é por isso que ainda esperamos a atualização de Cancun.

Artigo Passado
Criptomoedas promissoras em meio à atualização Shanghai
Artigo Próximo
Atualização Shanghai: protocolos Ethereum que você deve conhecer